Blog : Conjuntos

Música ao vivo: modo de usar

Música ao vivo: modo de usar

CASAMENTO

São tantas músicas lindas, tantas que fizeram parte da paquera, do namoro, do noivado… tem a do seriado, a do filme, aquela da festa quando começou o namoro… Como escolher um repertório?

Ninguém casa pensando no próximo casamento, então esta cerimônia é um momento único na vida dos noivos. Casais casam apaixonados, encantados com as expectativas de felicidade, deslumbrados com as possibilidades infinitas da vida a dois. A cerimônia PRECISA combinar com este estado de espírito glorioso.

No final de 2017 fizemos um casamento em que o noivo é norueguês e a noiva porto-alegrense. O casal se conheceu na Noruega e mora neste país já a alguns anos. Trouxeram amigos e parentes da Europa para celebrar a cerimônia em Porto Alegre, na Igreja Nossa Senhora das Dores. CLARO que o repertório da cerimônia era completamente diferenciado: o noivo fez questão de músicas do compositor Grieg* para sua entrada, entrada dos padrinhos e das madrinhas. A saída foi o Ode à Alegria, da 9ª sinfonia de Beethoven. A formação mais tradicional impossível: quarteto de cordas.

Em contraponto, na mesma época, fizemos um casamento ao ar livre em que o noivo gosta de rock, a noiva de sertanejo e o casal ouve junto música popular brasileira com aquela pegada de samba e sertanejo. O noivo entrou com Always, do Bon Jovi, a noiva entrou com a chamada da marcha nupcial (mais conhecido como o TAN-RA-RA-RAN!) seguida da música Escolhi te esperar, absurdamente romântica. Os padrinhos entraram com Trem Bala e a saída foi com Trevo Tu para o cortejo e Despacito para os noivos. Nunca mais os convidados vão esquecer daquela cerimônia elaborada com tanto carinho e com um “astral” tão a cara dos noivos. A formação bem de acordo com o repertório: violino, teclado e violão e voz.

É assim que a gente monta uma festa de casamento: escolhendo as músicas, simbologias, sonoridades, estéticas, que mais façam sentido para os noivos. Este tipo de cuidado é a certeza de lembranças lindas que serão levada pra vida toda.

AQUI você acessa a playlist deste artigo.

 

*Edvard Grieg, compositor norueguês nascido em Bergen, cidade natal do noivo. É o mais célebre compositor norueguês, um dos mais célebres do período romântico e do mundo. As suas peças mais conhecidas são a Suíte Sinfônica Holberg (a abertura foi usada para a entrada do noivo), o Concerto para piano e a Suíte Peer Gynt (também com partes utilizadas na cerimônia)

 

Música ao Vivo em Eventos Empresariais

Música ao Vivo em Eventos Empresariais

Gerenciamento de equipes, articulação de grupos de trabalho, engajamento dos funcionários, sócios, associados… são pautas complexas que precisam ser tratadas diariamente dentro de empresas e instituições. Não existe uma fórmula simples e mágica mas existem pequenas ações que podem ajudar no entrosamento entre colaboradores. Dar um “refresco” para a rotina é uma delas.

Como?

Como você dá um tempo, refresca as ideias? Certamente saindo da rotina e fazendo coisas diferentes das tarefas cotidianas. E se a sua empresa oferecer uma experiência diferenciada para alegrar a rotina dos funcionários, sócios, associados e fornecedores?

Festas, eventos empresariais e ações em datas comemorativas são momentos perfeitos para valorizar colaboradores e fidelizar clientes. A música ao vivo transforma o ambiente e torna o evento inesquecível.

Ações para homenagear as colaboradoras no Dia da Mulher com distribuição de rosas e um violinista tocando, grupo de músicos em shopping valorizando ação do Dia dos Namorados com clássicos da música romântica, violinos tocando pelos corredores da empresa para homenagear pais, mães…

Quer impressionar? Coloque um quarteto de cordas tocando rock para recepcionar seus convidados.

Almoços e jantares corporativos ganham um ar requintado com músicos tocando ao vivo. Posse de diretoria, inaugurações, celebrações cívicas… a participação de um conjunto de cordas com a execução dos hinos transforma o evento em um pequeno espetáculo e quebra a rotina de forma encantadora e feliz.

E um flashmob? uma surpresa musical?! Existem inúmeras possibilidades: como músicos discretamente misturados aos convidados; instrumento aparecendo de surpresa, tocando temas conhecidos; algum colaborador da empresa que toca um instrumento fazendo uma “palhinha” para os colegas, e logo músicos profissionais se juntado a ele… a imaginação é o limite 🙂

No setor público já tocamos em eventos solenes nos 3 poderes como posses de desembargadores, homenagens na Assembleia Legislativa e Câmara de Vereadores e diversos momentos no Palácio Piratini. Os hinos tocados por um quarteto de cordas ao vivo imprimem ao momento grande imponência. Um tenor ou soprano podem complementar o grupo, sozinho ou em duo, acompanhado(s) de um quarteto durante os hinos ou executando as músicas de nosso extenso repertório.

Vou casar! E agora, com que música eu entro??!

Vou casar! E agora, com que música eu entro??!

Como é que a gente escolhe o repertório perfeito para o casamento?

Pois então… esta é uma dúvida recorrente e muitos noivos nos procuram completamente perdidos. Passaram a vida ouvindo MPBrocksertanejo e na hora do casamento acreditam que é preciso escolher um repertório completamente erudito e distante da realidade do casal.

Gente! A cerimônia de casamento tem que ter a cara do casal. É um momento importantíssimo que vai ser lembrado pro resto da vida e precisa representar a paixão do casal, o momento da vida. Precisa ser, daqui a 10, 20, 30 anos, uma lembrança de como era lindo este amor no dia da cerimônia.

Se os noivos querem montar um casamento BEEEMMM tradicional, típico da aristocracia europeia, tipo princesas da Disney, ok: escolhemos um repertório erudito. E fica LINDO!

Se não, vamos escolher alguma coisa que tenha a ver com o casal, com os momentos felizes e românticos que viveram e que os envolveram a ponto de… casar!

Vamos de Beatles, de Paula Fernandes, de LedZeppelin, de Elis Regina! Vamos fazer os padrinhos rirem da música escolhida para entrada deles, a mãe da noiva se emocionar já com a música da entrada, o noivo entrar com aquela música que vai fazer ele esquecer o nervosismo e sorrir.

Casamento é isso: é o momento de comemorar com os pais, padrinhos e convidados a sorte de ter encontrado alguém especial. É o momento de agradecer e celebrar.

Para isso, temos um repertório imenso e a possibilidade de montar arranjos para todas as formações.